30/08/2023 às 11h15min - Atualizada em 30/08/2023 às 11h15min

Operação prende lideranças de Facção Criminosa que atuava na Região Oeste Potiguar

Blog do BG
Foto: PF RN

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO) deflagrou na manhã desta quarta-feira (30/8), a operação Factionis, visando desarticular grupo suspeito de integrar Organização Criminosa especializada em crimes de tráfico de drogas e homicídios no município de Mossoró e na Região Oeste do estado.

Cerca de 110 policiais cumprem oito mandados de busca e apreensão e oito mandados de prisão, nos bairros Santo Antônio, Barrocas, Ilha de Santa Luzia e Redenção, em Mossoró. As ordens judiciais foram expedidas pelo Poder Judiciário do Rio Grande do Norte.

A operação é produto de cooperação interagências, com a participação da Polícia Federal, Polícia Civil (DEICOR/DIVIPOE), Polícia Militar (BOPE) e Polícia Penal Federal e resultou até o momento na prisão de quatro indivíduos suspeitos de serem líderes da Organização Criminosa.

Durante o cumprimento dos mandados de busca, um homem foi preso em flagrante delito acusado pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e tráfico de entorpecentes.

Os detidos estão sendo encaminhados à Delegacia de Polícia Federal de Mossoró/RN e, após cumprida as devidas formalidades serão transferidos para o sistema prisional, onde ficarão custodiados à disposição da Justiça.

Os coordenadores da ação policial acreditam que as prisões realizadas irão contribuir para a diminuição dos crimes violentos cometidos no município de Mossoró, e reforçam que o trabalho integrado, coordenado e sistêmico efetivado pelas Forças Integradas é a metodologia mais eficaz de combate à criminalidade.

FICCO

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado do município de Mossoró/RN é composta pela Polícia Federal (PF), Secretaria Nacional de Políticas Penais (SENAPPEN), Polícia Civil (PC/RN), Polícia Militar (PM/RN), Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP/RN) e pelo Instituto TécnicoCientífico de Perícia (ITEP/RN).

Fonte: Blog do BG


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp