09/08/2023 às 07h49min - Atualizada em 09/08/2023 às 07h49min

Silvinei Vasques é preso em operação da Polícia Federal

Ex-diretor geral da PRF foi preso preventivamente durante operação que apura interferências nas eleições de 2022.

Migalhas
Silvinei Vasques, ex-diretor geral da PRF, foi preso preventivamente na operação Constituição Cidadã.(Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil)

Silvinei Vasques, ex-diretor-geral da PRF, foi preso preventivamente, em Florianópolis/SC, na manhã desta quarta-feira, 9, em uma investigação que apura sua interferência criminosa no segundo turno das eleições de 2022.

Além da prisão de Silvinei, policiais federais cumpriram 10 mandados de busca e apreensão nos Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Distrito Federal e Rio Grande do Norte. A operação conta com o apoio da Corregedoria Geral da PRF, que determinou a oitiva de 47 Policiais Rodoviários Federais.

Constituição Cidadã

A operação, batizada de Constituição Cidadã, objetiva esclarecer suposto uso da máquina pública para interferir no segundo turno das eleições presidenciais de 2022.

Conforme as investigações, integrantes da PRF teriam direcionado recursos humanos e materiais com o intuito de dificultar o trânsito de eleitores no dia 30/10/2022. Foram feitas blitze que interferiram na movimentação de eleitores, sobretudo no Nordeste, onde Lula tinha vantagem sobre Jair Bolsonaro nas pesquisas de intenção de voto.

Na véspera do referido dia 30, o diretor-geral da PRF havia declarado voto em Bolsonaro. À época, o presidente do TSE, Alexandre de Moraes, determinou a suspensão imediata das blitze, sob pena de prisão de Vasques.

Acusações

Segundo a PRF, os fatos investigados configuram, em tese, crimes de prevaricação e violência política, previstos no CP, e os crimes de impedir ou embaraçar o exercício do sufrágio e ocultar, sonegar, açambarcar ou recusar no dia da eleição o fornecimento, normalmente a todos, de utilidades, alimentação e meios de transporte, ou conceder exclusividade dos mesmos a determinado partido ou candidato, do Código Eleitoral.

Informações: PF.
Fonte: Migalhas

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp