16/12/2022 às 18h33min - Atualizada em 16/12/2022 às 18h33min

Tribunal de Justiça do RN lança novo site institucional

Nova plataforma foi lançada nesta sexta-feira (16), durante a sessão de encerramento do Ano Judiciário

Após 17 anos. TJRN lança novo site institucional com foco na modernidade e funcionalidade (Divulgação)
O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte lançou, nesta sexta-feira (16), durante a sessão de encerramento do Ano Judiciário, novo site institucional. O portal, desenvolvido pela Secretaria de Comunicação Social do Poder Judiciário potiguar, está mais funcional e organizado, possibilitando que as informações sejam disponibilizadas com mais facilidade aos usuários, além de completamente acessível.
 
"Entregamos à instituição um portal novo em substituição a um site com mais de 17 anos. O novo site nasceu a partir de uma pesquisa feita com a nossa audiência. Ouvimos o nosso público para saber os serviços e conteúdos mais procurados no portal do Tribunal de Justiça. Com essas respostas, nós hierarquizamos as informações do site”, observa a secretaria de Comunicação Social do TJ norte-rio-grandense, jornalista Andreia Ramos.
 
O novo portal traz mais facilidades para os usuários, principalmente, para aqueles que não são operadores do Direito. Entre as novidades estão a organização dos conteúdos e das informações, visando a otimização do acesso pelos usuários, uma nova ferramenta para consulta dos atos normativos do Poder Judiciário do RN, outra para otimizar a pesquisa sobre informações e contatos de todas as unidades do Poder Judiciário (Canais de Atendimento). O site disponibiliza, ainda, opção para busca dos calendários jurídico e de feriados, com atualização instantânea e autonomia das unidades do Poder Judiciário em termos de atualização de informações e oferta de serviços.
 
"Alguns preceitos que nortearam a criação do novo site foram o design e arquitetura da informação centrados no usuário, atenção para as necessidades dele, segurança e proteção, autonomia das unidades, interatividade e acessibilidade", salienta desenvolvedor web da Secoms, Maxsuel Marreiro.
 
Acessibilidade e Segurança
 
De acordo com diretor de arte da Secoms, John Willian Lopes, o novo portal do Poder Judiciário foi criado seguindo as Diretrizes de Acessibilidade para o Conteúdo da Web (Web Content Accessibility Guidelines - WCAG). "Dentre os recursos de acessibilidade estão a relação de contraste adequada entre as cores, tamanhos dos textos, controle de áudio, recurso para a tradução de conteúdos (texto, áudio e vídeo) de Português para Libras, hierarquização dos conteúdos, navegação pelo teclado, responsividade entre outros", enumera John.
 
As equipes da Comunicação e da Tecnologia da Informação também se preocuparam com a Lei Geral de Proteção de Dado e a segurança da informação.
 
"O novo portal do Poder Judiciário do RN segue todas as diretrizes da LGPD, a partir da Política de Privacidade e Proteção de Dados do PJRN. A segurança da informação é importante, não apenas porque é um requisito exigido pela LGPD, mas também porque pode apoiar a boa governança de dados", disse o chefe da Divisão de Webdesigner e Criação Gráfica da Secoms, Wabner Alves.




Com informações do TJRN

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp