05/12/2022 às 09h51min - Atualizada em 05/12/2022 às 09h51min

Ouvidoria da Mulher garante atendimento exclusivo a demandas femininas

O serviço foi entregue, na tarde da última sexta-feira (2), pela presidente do TRT-RN, desembargadora Maria do Perpétuo Socorro Wanderley de Castro, e pelo vice-presidente e ouvidor, Eridson João Fernandes Medeiros

Serviço foi entregue na última sexta-feira (2), pela presidente do TRT/RN, Maria do Perpétuo Socorro Wanderley de Castro (Crédito: TRT/RN)
O Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (RN) conta com a Ouvidoria da Mulher, um serviço humanizado voltado exclusivamente para mulheres que buscam o setor para denúncias, reclamações, esclarecimento de dúvidas ou obtenção de informações sobre questões do tribunal. 
 
O serviço foi entregue, na tarde da última sexta-feira (2), pela presidente do TRT-RN, desembargadora Maria do Perpétuo Socorro Wanderley de Castro, e pelo vice-presidente e ouvidor, Eridson João Fernandes Medeiros.
 
Durante a solenidade, a presidente Perpétuo Wanderley ressaltou a importância da Ouvidoria da Mulher como “um espaço de escuta, de acolhimento, de reverência, também, ao papel da mulher no mundo do trabalho”. Ela destacou, ainda, que a iniciativa da presidência, acolhida pelo ouvidor, é de grande importância, ao lembrar que “cerca de 60% das mulheres sofre assédio moral, assédio sexual, são vítimas de sofrimento no trabalho, que ocasionam o adoecimento”, frisou.
 
O ouvidor do TRT-RN, Eridson Medeiros, ressaltou que o espaço é destinado ao atendimento de “todas as mulheres que, em decorrência da atividade laboral, estejam passando por situações de assédio, de perseguição, de violência doméstica”. Ele acrescentou que “a iniciativa é um marco histórico para a Justiça do Trabalho do Rio Grande do Norte”, disse.
 
Com a Ouvidoria da Mulher, além do atendimento personalizado, o TRT-RN vai atuar na defesa dos interesses das vítimas de violência e discriminação de gênero relacionadas ao trabalho.
 
A ação busca também contribuir para o aprimoramento da Política Judiciária Nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres e vai contar com canais específicos, presencial e virtual, para orientação, recebimento de denúncia e agendamento de atendimentos.



Com informações do TRT/21ª Região

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp