02/12/2022 às 19h47min - Atualizada em 02/12/2022 às 19h47min

18 presídios do RN são alvos de operação da Polícia Federal e Seap

Ação deflagrada nesta sexta-feira (2) consiste no cumprimento de 248 mandados de prisão cumpridos em unidades prisionais nos municípios de Natal, Parnamirim, Nísia Floresta, Ceará-Mirim, Nova Cruz, Mossoró, Caicó, Pau dos Ferros, Apodi e Caraúbas

Operação Fechamento cumpre 248 mandados de prisão em presídios do Rio Grande do Norte (Divulgação PF)
A Polícia Federal, em conjunto com a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte (SEAP/RN), deflagra nesta sexta-feira (2), a Operação Fechamento. O objetivo é evitar que indivíduos que já se encontram presos venham a ganhar eventual liberdade embora acusados de terem cometido outros tipos de crimes. A ação consiste no cumprimento de 248 mandados de prisão e alcança 18 presídios potiguares.
 
Os mandados de prisão constam no Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP), cujo sistema é administrado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Além de mandados expedidos por órgãos judiciais do Rio Grande do Norte, há mandados de prisão decretados por comarcas de oito unidades federativas do país.

 
Segundo a Polícia Federal, os quantitativos de ordens judiciais que estavam em aberto são por crimes de roubo (75), homicídios (43), tráfico de drogas (33) e outros (97), que estão sendo cumpridas em unidades prisionais nos municípios de Natal, Parnamirim, Nísia Floresta, Ceará-Mirim, Nova Cruz, Mossoró, Caicó, Pau dos Ferros, Apodi e Caraúbas/RN.

A ação das instituições envolvidas na operação, considerada pela PF como complexa, é resultado do trabalho em parceria. A Polícia Federal associa, ainda, ao alto investimento em tecnologia, que beneficia diretamente a sociedade.



Com informações da Polícia Federal

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp