26/08/2022 às 18h52min - Atualizada em 26/08/2022 às 18h52min

Justiça diploma seis vereadores em Martins após cassações

Segundo o TSE, o partido usou candidatura de mulher de maneira fraudulenta

Câmara Municipal de Martins terá nova composição (foto: Divulgação)
A Justiça Eleitoral diplomou, ontem (25), seis novos vereadores, após a cassação de outros seis parlamentares pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em razão de fraude na cota de gênero nas eleições de 2020. Os vereadores cassados foram eleitos pelo DEM (hoje, União Brasil). Segundo o TSE, o partido usou candidatura de mulher de maneira fraudulenta.

Receberam diploma, após recálculo dos quocientes eleitorais e partidário, Jasson Fontes (Republicanos), Sargento Filho (Republicanos), Bibiu (PSD), Maria de Baiano (PSD), Jean Ferreira (PT) e Marquinhos Papa Tudo (Pros.). Com isso, a Câmara de Martins terá nova eleição à Presidência, porque o presidente está entre os cassados.

Presidia a Casa Fulgêncio Teixeira. Os demais cassados são Françoar Ferreira, Netinho Gurgel, Uilame Júnior, Rabim e Xinó. Todos os vereadores cassados formavam a bancada da prefeita Maria José (União Brasil). A Câmara ainda não deu detalhes sobre a posse dos vereadores recém diplomados.

A decisão do TSE foi divulgada há dez dias. O Ministro Alexandre de Moraes foi o relator do processo. Acompanharam o voto do relator os Ministros Ricardo Lewandoski, Mauro Campbell, Benedito Gonçalves, Sérgio Banhos, Carlos Horbach e Edson Fachin.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp